5 Média 55
O que você achou desta mensagem?
@
@
Para enviar esta mensagem para mais de um(a) amigo(a), separe os endereços de e-mail por virgula. Você também pode adicionar uma mensagem




Deus infinitamente bom, imploro a vossa misericórdia para o Espírito que obsedia (nome);
fazei-o entrever as divinas claridades, a fim de que ele veja o falso caminho em que está empenhado.
Bons Espíritos, ajudai-me a fazê-lo compreender que tem tudo a perder fazendo o mal, e tudo a ganhar fazendo o bem.
Espírito que vos comprazeis em atormentar (nome),
escutai-me porque eu vos falo em nome de Deus.
Se quiserdes refletir, compreendereis que o mal não pode impor-se ao bem, e que não podeis ser mais forte do que Deus e os bons Espíritos.
Eles poderiam preservar (nome) de todo golpe da vossa parte; se não o fizeram, foi porque ele (ou ela) tinha uma prova a suportar.
Mas quando essa prova tiver acabado, vos tirarão toda ação sobre ele; o mal que lhe tendes feito, em lugar de prejudicá-lo, servirá para o seu adiantamento, e com isso não será senão mais feliz; assim vossa maldade terá sido uma pura perda para vós e reverterá contra vós.
Deus, que é todo-poderoso, e os Espíritos superiores seus delegados, que são mais poderosos do que vós, poderão, pois, pôr fim a essa obsessão quando o quiserem, e vossa tenacidade se quebrará diante dessa suprema autoridade. Mas, pelo fato mesmo de que Deus é bom, ele quer vos deixar o mérito de cessá-la de vossa própria vontade.
É uma moratória que vos é concedida; se não a aproveitais, sofrereis as suas deploráveis conseqüências; grandes castigos e cruéis sofrimentos vos esperam;
sereis forçado a implorar a piedade e as preces da vossa vítima, que já vos perdoa e ora por vós, o que é um grande mérito aos olhos de Deus, e apressará a sua libertação.
Refleti, pois, enquanto é tempo ainda, porque a justiça de Deus se abaterá sobre vós como sobre todos os Espíritos rebeldes.
Pensai que o mal que fazeis neste momento terá forçosamente um fim, enquanto que, se persistis no vosso endurecimento, vossos sofrimentos irão aumentando sem cessar.
Quando estáveis sobre a Terra, não teríeis achado estúpido sacrificar um grande bem por pequena satisfação de um momento?
Ocorre o mesmo agora que sois Espírito.
Que ganhais com o que fazeis?
O triste prazer de atormentar alguém, o que não vos impede de ser infeliz, o que quer que possais dizer, vos tornará mais infeliz ainda.
Ao lado disso, vede o que perdeis; olhai os bons Espíritos que vos cercam e vede se sua sorte não é preferível à vossa.
A felicidade que eles gozam será vosso quinhão quando o quiserdes. O que é preciso para isso?
Implorar a Deus e fazer o bem, em lugar de fazer o mal.
Eu sei que não podeis vos transformar de repente; mas Deus não pede o impossível; o que ele quer é a boa vontade.
Experimentai pois, e nós vos ajudaremos. Fazei com que logo possamos dizer por vós a prece pelos Espíritos arrependidos, e não mais vos situar entre os maus Espíritos, até que possais estar entre os bons.

Que assim seja.

Recomende esta mensagem

"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação."

Chico Xavier & Emmanuel





Deixe seu comentário!