por Regis Mesquita
5 Média 41
O que você achou desta mensagem?
@
@
Para enviar esta mensagem para mais de um(a) amigo(a), separe os endereços de e-mail por virgula. Você também pode adicionar uma mensagem




No autopasse a pessoa (passista ou não) trabalha a seu favor ao utilizar os imensos recursos vibracionais que estão disponíveis. O recurso existe, falta a decisão de se cuidar.

Todo ambiente benévolo existente em um centro espírita facilita a qualidade do passe. Sozinha, a pessoa deve preparar-se para canalizar esta energia universal.

O primeiro passo é a intenção ou vontade. A canalização começa com a decisão de agir e atingir um objetivo. O corpo e a mente são importantes mecanismos que permitem intervir sobre esta energia. A intenção produz pensamentos e sentimentos que ajudam a dar “forma” à energia.

O segundo passo é preparar o ambiente externo e interno. Se for possível, dirija-se a um lugar calmo. Aquiete a mente, leia algo que o ajude a “entrar no clima” cultivando sentimentos nobres e positivos e ore.

Após estar com a mente aquietada e focada em sentimentos nobres, comece a impor as mãos sobre você mesmo. Se possuir sensibilidade, você sentirá a energia fluindo.

Não existem regras de tempo e nem de locais sobre as quais a mão poderá ser imposta. Algumas pessoas que estão, por exemplo, com feridas gostam de impô-la sobre elas.

Você irá mover suas mãos naturalmente. Procure cobrir uma quantidade significativa do corpo, pelo menos 20%.

A intenção de se cuidar, o carinho e amor por si mesmo, são importantes elementos que permitem com que a energia adquira boas qualidades. Esta energia reagirá com a energia do seu próprio corpo e gerará bem estar, aumento da sensibilidade, emersão e valorização de sabedorias, reavaliação de valores e crenças, etc. Eventualmente gerará curas e prevenirá doenças.

Cada vez mais a sociedade incita as pessoas a ficarem pensando e desejando. O nível vibracional fica mais baixo, gerando cansaço e stress. São cada vez mais necessários momentos nos quais são cultivados o oposto deste padrão desejante e impulsivo . O autopasse - assim como a yoga, a mentalização, a meditação, o reiki – são momentos de recuperação do equilíbrio e do bom senso. Pois, a vida bem vivida é aquela que é útil para o espírito evoluir.

Cuidar de nós mesmos e da nossa saúde mental é um ato de amor. “Com o amor é mais fácil expandir a consciência. A expansão da consciência é o caminho necessário para experimentar a espiritualidade. É uma forma de desenvolver a sensibilidade necessária para lidar com as vibrações mais nobres e as experiências mais evoluídas”.

Pratique o autopasse. Tenha a experiência pessoal de lidar conscientemente com a energia do universo. Aprenda! Aumente sua sensibilidade. Viva melhor!

Através do autopasse você estará realizando a higiene mental e energética. Assim será mais fácil assumir a responsabilidade pessoal de usar a mente para impedir que o negativo se mantenha ativo e o sofrimento se espalhe.

Entre os grandes espíritas que favorecem o autopasse está Divaldo Franco (em várias entrevistas) e Edgar Armond (livro Passes e Radiações.

Siga as Instruções do vídeo abaixo para praticar o autopasse


Autor: Regis Mesquita

Recomende esta mensagem

"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação."

Chico Xavier & Emmanuel






Deixe seu comentário!