5 Média 13
O que você achou desta mensagem?
@
@
Para enviar esta mensagem para mais de um(a) amigo(a), separe os endereços de e-mail por virgula. Você também pode adicionar uma mensagem




De que forma o Espiritismo deve tratar a questão racial?

Recebendo todos igualmente... as casas espíritas o fazem, não podemos criar uma área específica para a questão racial... os espíritas temos as portas abertas e sequer nos damos conta das diferenças raciais... se quer nos ocorre, então a nossa abordagem e a abordagem da vivência, no entrosamento total de espíritos, sem nos preocuparmos com as formas.

Na Mansão do Caminho 95% das crianças são afrodescendentes e nós não nos damos conta, eu tive a ocasião de adotar várias e por meu nome, como se fossem filhos biológicos.

Então estamos realizando esse trabalho não só no discurso, mas na vivencia, chagamos ao centro espírita e vemos a miscigenação,as varias cores e tratamos com a maior naturalidade, sequer, sem lembrarnos que existe uma diferença racial.

Devemos evitar algo que esta ocorrendo em alguns bolsões da raça negra, revistas para negros, cosméticos para negros, já é uma segregação, então os brancos não tem direito... estamos repetindo determinados comportamentos que não se justificavam, e que eram praticados pelos brancos infelizes, o propósito não deve ser exaltar uma raça, mas exaltar o indivíduo em qualquer raça em que se encontre, não olhando o exterior mas os valores éticos e morais.

Recomende esta mensagem

"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação."

Chico Xavier & Emmanuel





Deixe seu comentário!