por Flavio Siqueira
5 Média 44
O que você achou desta mensagem?
@
@
Para enviar esta mensagem para mais de um(a) amigo(a), separe os endereços de e-mail por virgula. Você também pode adicionar uma mensagem




Foi difícil acordar hoje de manhã?

Talvez você seja mais um entre os que negociam minutos a mais com o despertador.

Sair da cama cambaleando, tentando organizar os pensamentos para iniciar a rotina de todos os dias.

Seguimos, resignados, o roteiro da “vida real” , sabendo que não nos resta outra escolha a não ser assumirmos nosso papel na sociedade, nos esforçando para correspondermos as expectativas do chefe, esposa, marido, filhos, amigos…

Mas, e você, o que espera?

Construímos nossas vidas sobre estruturas que já estavam aqui, afinal, todos fazem a mesma coisa sempre, certo? Acreditamos que não nos resta alternativa a não ser simplesmente aceitá-las.

Vestimos os uniformes, seguimos as regras, nos adequamos as demandas, muitas vezes suprimindo o que de fato nos habita.

Por que estou falando isso agora?

Talvez para lhe questionar se esse caminho, esse que você está agora, é realmente o seu caminho.

É nele que você gostaria de estar? Isso tem a ver com você de verdade ? Essa é SUA vida?

Infelizes os que constroem seus dias a partir das necessidade financeiras, de medo ou culpa, preenchendo todas as suas ambições pelo desejo do reconhecimento alheio.

Um dia você foi “ligado na tomada” e apareceu por aqui.

Sem nenhuma consciência, foi gerado e cuidado para que chegasse até esse instante.

Todos os seus caminhos te trouxeram para o hoje, para essa tela de computador, para esse lugar, nesse dia, nesse segundo e, saiba, foi você quem quis assim.

E agora? Para onde irá?

Não me refiro exclusivamente a navegação pela net logo após ler esse texto, mas, também: o que fará com o que está lendo?

Como a maioria das mentes atuais, a sua está sobrecarregada de informações, mas qual delas guardará por considerar relevante ?

Será que você não está programado para arquivar apenas o que contribui para a manutenção do que já está?

É você quem determina para onde vai a partir de suas escolhas.

É você quem escolhe. Você.

São suas prioridades que revelam que tipo de coração tem.

Talvez você não veja agora outros caminhos.

É possível que queira mudar algumas coisas, mas nem saiba como.

Preste atenção.

Isso vale para absolutamente tudo: os caminhos- todos eles- existem em você.

Aí dentro vivem todas as possibilidades que te transformariam em qualquer coisa.

A única questão é : você vê?

São seus olhos que iluminam seus passos, que definem o que você consegue enxergar.

A luz que sai deles, é a que habita seu coração.

Seus caminhos revelam quem é você.

Então o que você precisa mudar?

Independente do que seja, comece pela mente.

Nada mudará de verdade se antes você não mudar sua mente.

Alimente-a com o que faz bem.

Sorva bons pensamentos, olhe por outras perspectivas, ouça boa música, leia bons livros, tenha pensamentos construtivos, enxergue o lado bom das pessoas, se há bons pensamentos, que habitem seu interior, abra mão da autovitimização, deixe de adular seus traumas, fique perto de quem agrega, de tudo que construa um ser humano melhor e principalmente: perdoe, perdoe-se, livre-se do gigantesco peso da mágoa, da vingança, do “justicismo”, seja ele de que natureza for.

Se seu interior for bom, seus olhos também serão e, consequentemente, seus caminhos também.

Dificuldades e dores todos temos, mas quando você está em paz, o choro não significa desespero.

A dor não tangencia caminhos, a escassês vira apenas contratempo, oportunidade para amadurecer.

Quer repensar seus caminhos?

Então comece pelos caminhos que ninguém vê e que estão dentro de você. Mude sua mente.

Fazendo assim, todos, absolutamente todos os seus caminhos refletirão aquele que antes mudou em você.

Não existem fórmulas mágicas, não sei quantos passos para não sei o que, ou qualquer outro ritual que substitua o fato de que seus caminhos refletem quem você é.

Antes de mudá-los, mude sua mente.

Você só precisa perceber.

Flavio Siqueira

Recomende esta mensagem

"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação."

Chico Xavier & Emmanuel






Deixe seu comentário!