por Momento Espírita
5 Média 18
O que você achou desta mensagem?
@
@
Para enviar esta mensagem para mais de um(a) amigo(a), separe os endereços de e-mail por virgula. Você também pode adicionar uma mensagem




A noite estava chuvosa e fria na pacata cidadezinha do interior do Sul do Brasil. O ruído dos raios e da chuva forte no telhado acordaram o jovem guerreiro, em meio à madrugada.

Sim, ele é um bravo guerreiro pois, ao se dar conta da intensidade da chuva, lembrou-se que muita gente poderia estar precisando de ajuda.

Levantou-se rapidamente e vestiu seu traje de combate. Afinal, ele é um guerreiro. Um guerreiro da luz. É um bombeiro voluntário.

Saiu rapidamente sem se importar com o temporal ameaçador. Uma única disposição o animava: ser útil para quem dele necessitasse.

Ao apresentar-se no quartel, ficou sabendo que sua intuição estava certa. Muita gente estava desabrigada. Os combatentes eram poucos para a grande e urgente tarefa.

Homens, mulheres e crianças corriam perigo, em meio aos desmoronamentos provocados pela forte enxurrada.

O guerreiro da luz não mediu esforços. Trabalhou até que todos estivessem a salvo.

Qual é o nome dele? Não importa. Por que faz isso? Não é por dinheiro, certamente, nem para obter reconhecimento. Ele faz por prazer porque é um guerreiro da luz.

É um cidadão consciente da tarefa que lhe cabe na construção de um mundo melhor.

Durante o dia ele trabalha para garantir o sustento. À noite e nos finais de semana ele é um bombeiro voluntário, sempre pronto para atender a um chamado urgente.

Se, eventualmente, uma catástrofe precisa de seus braços fortes durante o dia, ele não titubeia. Pede à empresa que o libere e desconta o dia do seu próprio salário.

Sim, porque nem sempre o empresário está disposto a contribuir em casos assim. Mesmo sabendo que um familiar seu pode estar necessitando da ajuda desses anjos voluntários.

É assim que esses jovens guerreiros, de vinte e poucos anos, dão utilidade às horas.

Mas isso não é divulgado pela mídia, porque não dá Ibope.

Lamentavelmente o que dá Ibope são as ações dos guerreiros das trevas. Esses poucos jovens que se perdem nos cipoais dos vícios e do crime.

Por essa razão, vale a pena enaltecer o bem. Enaltecer a ação desses jovens de valor, que dedicam a sua juventude construindo um mundo justo, fraterno e solidário. E são milhares deles no Brasil.

* * *

Se você quer ser um guerreiro da luz mas se sente incapaz, pense que todo guerreiro da luz começou dando o primeiro passo.

Todo guerreiro da luz já ficou com medo de entrar em combate...

Todo guerreiro da luz já traiu e mentiu, no passado.

Todo guerreiro da luz já perdeu a fé no futuro... Já trilhou um caminho que não era o seu.

Já sofreu por bobagens... Já achou que não era um guerreiro da luz.

Já falhou em suas obrigações espirituais. Já disse sim quando queria dizer não.

Todo guerreiro da luz já se omitiu quando deveria ter falado...

Todo guerreiro da luz já feriu alguém que amava.

Por isso ele é um guerreiro da luz; porque passou por esses desafios e não perdeu a esperança de ser melhor do que era.

Pense nisso!

Redação do Momento Espírit

Recomende esta mensagem

"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação."

Chico Xavier & Emmanuel






Deixe seu comentário!