por Adail do Couto Diniz
5 Média 11
O que você achou desta mensagem?
@
@
Para enviar esta mensagem para mais de um(a) amigo(a), separe os endereços de e-mail por virgula. Você também pode adicionar uma mensagem




Quando a sombra da tristeza cobrir seus sonhos de ventura;
Quando você quiser chorar diante da taça da amargura;
Quando a dor bater à porta ferindo bem fundo o coração;
Quando a esperança é morta e a vida amarga ilusão;
Olhe para trás, veja quanta dor, súplicas de paz clamando amor!
Olhos sempre em trevas, mãos mendigam pão,
Bocas que não falam e risos sem razão...
Deixe de chorar, volte a sorrir, você é tão feliz, volte a cantar!
Faça uma prece, seja grato a Deus! Ele sempre abençoa os filhos seus... [BIS]
Ele sempre abençoa os filhos seus...

Bela canção interpretada pelo prof. Adail do Couto Diniz, do grupo Cancioneiro Espírita.

Recomende esta mensagem

"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação."

Chico Xavier & Emmanuel





Deixe seu comentário!