5 Média 41
O que você achou desta mensagem?
@
@
Para enviar esta mensagem para mais de um(a) amigo(a), separe os endereços de e-mail por virgula. Você também pode adicionar uma mensagem




Mãe que me carregou no ventre
E me aqueceu com seu calor
Mãe que me deu a vida
E me sustentou com seu Amor

Quando eu era criança,
Encontrei em teus braços a segurança
Quando eu estava indeciso,
Encontrei em sua fé a certeza
Quando eu já não sabia mais o que fazer
Encontrei em teu exemplo a esperança

O tempo passou e algumas vezes me afastei de ti
Erros da juventude que se sente invencível
Outras vezes não a quis por perto
E de meus lábios saíram palavras que te ofenderam
Por sorte, teu amor não é perecível
Para minha sorte, você nunca desistiu de mim

O tempo passou, muitas coisas mudaram
Eu aprendi a ver o mundo com outros olhos
Talvez eu tenha mudado, talvez o mundo
Mas o seu amor permaneceu inalterado!

Quando você partiu eu senti a solidão
Nem todas as lágrimas do mundo puderam
Encher o vazio que senti em meu coração
Tudo ficou triste, tudo ficou frio

O passado se revelou num instante
E em todos os momentos de minha vida
Percebi que você nunca esteve distante
Seu amor sempre esteve comigo no passado
Seu amor preenche o vazio no presente
E sua presença sempre estará comigo no futuro

Hoje eu carrego em meu coração uma parte de ti
E mesmo sendo uma parte, eu me sinto completo
Pois nela está impressa a lembrança do amor verdadeiro
A doce lembrança do amor de minha Mãe!

(Luis Alves)

Recomende esta mensagem

"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação."

Chico Xavier & Emmanuel





Deixe seu comentário!