por e
5 Média 14
O que você achou desta mensagem?
@
@
Para enviar esta mensagem para mais de um(a) amigo(a), separe os endereços de e-mail por virgula. Você também pode adicionar uma mensagem




Os fenômenos mediúnicos a se evidenciarem, inevitáveis, nas estradas do homem, guardam expressiva similitude com a presença das águas nos caminhos da Terra.
Águas existem por toda a parte.
Possuímo-las cristalinas em fontes recamadas de areia, pesadas de barro nos rios que desgastam o solo, tisnadas na sarjeta em que rolam depois da chuva, lodacentas no charco, furtadas de represas, concentradas em lagoas infectas, amargas em poços largados no esquecimento, semienvenenadas nos esgotos de lama...
Todas elas, contudo, podem ser decantadas, medicadas, purificadas e renovadas para servir.
Assim também os fenômenos mediúnicos.
Venham de onde vierem, assinalam-se por determinado valor.
Entretanto, é preciso não esquecer que devem ser examinados, raciocinados, interpretados e compreendidos para mostrarem proveito justo.
Para eles e junto deles, todos nós temos a Doutrina Espírita por filtro de tratamento.
À vista disso, não desprezeis fato algum, mas, igualmente, em tempo algum não vos canseis de estudar.

Recomende esta mensagem

"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação."

Chico Xavier & Emmanuel







Deixe seu comentário!